Plataforma Liderança Sustentável

Marcelo Lyra da Braskem compartilha da opinião de que a sustentabilidade não pode ser um projeto à parte numa empresa.

Plataforma Liderança Sustentável

Marcus Nakagawa, idealizador da ABRAPS (Associação Brasileira dos Profissionais de Sustentabilidade), acredita que o líder sustentável deve ter uma visão mais ampla do todo em suas decisões e também mobilizar e inspirar pessoas dentro do contexto da sustentabilidade.

O Mix de Marketing Verde (uma opinião pessoal)

O Tradicional Mix de Marketing X Mix de Marketing Verde (uma opinião pessoal)

Caros leitores

Na verdade, se alguém não conhece o conceito dos 4 P's do Mix de Marketing (Produto, Preço, Praça e Promoção) proposto por E. Jerome McCarthy em 1960, não irá pensar em um conceito dos 4 P's para o "Marketing Verde", que é um conceito ainda pouco divulgado e difícil de ser interpretado, pois existem vários ícones.

Apesar disso, pela complexidade do tema muitos insistem em dizer que os tradicionais 4 P's podem ser inseridos no contexto do Marketing Verde e na minha opinião essa lógica é impossível.

Sob a minha ótica, o Mix de Marketing Verde engloba: Planeta, População, Produtos Sustentáveis (bens e serviços) e Planejamento Estratégico para a Sustentabilidade.

Ele não trata do apenas do desenvolvimento de produtos (bens e serviços para um mercado sustentável, mas também da preocupação com os recursos naturais (escassos) disponíveis no planeta, da qualidade de vida das gerações futuras e da necessidade de um planejamento estratégico para a gestão desses recursos.

Magna Fortunata da Silva

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Os 16 Princípios do Varejo Responsável | Portal HSM

Os 16 Princípios do Varejo Responsável | Portal HSM

Conheça os 16 Princípios do Varejo Responsável, estipulados pela Fundação Dom Cabral (FDC): 

1. Ética nos negócios;
2. Procedência dos produtos;
3. Cadeia de suprimentos;
4. Empregados;
5. Operações do negócio;
6. Logística;
7. Atributos de qualidade dos produtos e serviços;
8. Atendimento;
9. Marketing;
10. Consumo consciente;
11. Crédito responsável;
12. Concorrência;
13. Interatividade com as comunidades;
14. Mercados inclusivos;
15. Autorregulação e interatividade com o poder público;
16. Meio ambiente.

Nenhum comentário:

Caminhos da Energia 10